Morre de Covid-19 enfermeiro que ironizava vacina e a favor de tratamento precoce

O profissional que atacava a vacina contra a covid-19 e era a favor do tratamento precoce da doença, acaba de entrar para a estatística de mortos do coronavírus, o enfermeiro acabou não resistindo ao vírus e morreu por complicações. O caso do enfermeiro acabou viralizando em todas as redes sociais e vem gerando o que falar.

Muitos internautas apontaram que o profissional acabou pagando por tudo o que falou, enquanto outros lamentaram a triste perda.

O enfermeiro acabou ganhando visibilidade pois ele chegou a compartilhar diversas gravações onde ele defendia fake news sobre a pandemia da covid-19, o próprio chegou a afirmar que a vacina não era eficiente e muito menos segura. Vale lembrar que no mesmo período saíram vários estudos afirmando que o medicamento era eficaz.

+  Cientistas fazem revelação alarmante sobre nova variação do Covid-19 e deixam todos preocupados; "muito pior"

O vídeo onde o profissional da saúde ataca a vacina gerou o que falar, e virou assunto entre os usuários da web. Segundo o enfermeiro, aqueles que recebessem a vacina, poderiam desenvolver inúmeras doenças e afirmou que o tratamento precoce era mais eficaz contra o vírus, no entanto esta informação não foi confirmada por nenhum estudo.

A atitude do profissional gerou revolta e ele foi amplamente detonado nas redes sociais, porém como que por ironia do destino, ele acabou sendo infectado e teve de ser internado e não saiu mais do hospital com vida.

+  Casal milionário fingem serem pobres para furar fila da vacina contra coronavírus

A esposa do profissional chegou a informar amigos e familiares que ele estava internado sim, no entanto não havia informado se o estado era grave, porém com a notícia da morte, ficou claro para todos que a situação era bem complexa.

“Ele está SIM com Covid e segue internado, porém NÃO ESTÁ entubado. Como esposa dele peço que respeitem esse momento onde os familiares estão muito preocupados e essas notícias falsas causam muita dor”, revelou a esposa do enfermeiro na época, que chegou a pedir para que as pessoas não atacassem os familiares do profissional.

+  INCERTEZA E INCAPACIDADE: Brasil pode não ter condições financeiras para aplicar as duas doses da vacina contra Covid-19


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário