Vídeo: O que existia antes do Big Bang?

Quando entramos na escola aprendemos que tudo que existe no nosso sistema solar e no universo veio a existir após uma grande explosão. De acordo com os cientistas essa explosão foi o Big Bang, a teoria de que o universo surgiu após uma minúscula massa extremamente densa e infinitamente quente se comprimir a tal ponto que ocasionou a grande explosão.

Essa teoria foi proposta pela primeira vez pelo padre católica e astrônomo Georges-Henri Édouard Lemaître em meado dos anos de 1930. Segundo se acredita este acontecimento se deu entre 8 bilhões e 13,5 bilhões de anos, mas no entanto é algo que não se pode provar.

+  Mãe busca filha em balada com cinto na mão no meio da multidão

Também o conceito de foi uma explosão que ocorreu foi ajustado ao longo das últimas décadas, e isso se dá pelo fato de que os cientistas já sabem hoje que o universo está se expandindo cada vez mais.


Então o termo correto é que está minúscula partícula densa e quente era tudo o que existia, o que compreende também que era o único espaço que existia, pode ser um conceito um tanto quanto difícil de se entender, uma vez que hoje temos o entendimento de que o espaço pode ser infinito.

+  Idosa de 94 anos morre atropelada pelo carro da filha momentos depois de ser vacinada contra a Covid-19

Sendo assim, além desta minúscula partícula do tamanho de uma cabeça de alfinete era o espaço que havia, ou seja, o big bang ocorreu em todos os lugares ao mesmo tempo, pois era tudo o que existia.

Desta forma antes do Big Bang essa partícula era tudo o que existia e tinha um calor infinito, parece complicado de se entender?

+  Homem é detido após abrir porta de avião e quase gerar acidente, motivo deixa todos chocados

Não é para menos, pois entre algumas teorias para justificar a existência desta partícula é de elementos existentes na época foram se agrupando e comprimindo até formar essa partícula que se expandiu e deu origem a tudo o que conhecemos hoje. No vídeo abaixo podemos ver um pouco desta explicação:



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário